Começando a falar!

Uma hora ou outra isso ia acontecer, as coisas iriam mudar, as pessoas iriam se afastar. Não sabia que seria tão difícil aceitar, como conviver? O que devo fazer para suportar essa dor que maltrata meu ser e impede de segui em liberdade. Toda vez que escuto uma pessoa falar de liberdade percebo que se referem à liberdade de forma concreta: Se eu não tivesse casado teria minha liberdade de volta. Refere-se ao fato de viver numa relação sufocante e ficar cansada de não poder fazer mais nada sozinha ou simplesmente porque naquele momento se percebe sem motivação na relação. Assim relatou uma mulher na parada de ônibus para sua colega de trabalho, e falou mais: Porque quando solteira eu era, ah como era bom pintava o sete e sorriu no canto da boca. A liberdade também não deveria ser uma questão de escolha? Posso afirmar por experiência própria que é tão mais complicado sermos livres. Livre em pensamentos, livres em atitudes e hábitos. Livre para amar e ser amado, por quê? Um dia eu acordei me sentindo assim preso! Se não se referia a um relacionamento, onde se cria essa prisão por acreditar que relações amorosas somente se sustentam se estiverem vinte e quatro horas grudadas às duas pessoas, seja pelo celular, pela facebook, MSN, pelo GPS. É gente isso existe, parece doentio Mais é uma das maiores características dos relacionamentos hoje em dia, a realidade meio que pedi que você sufoque a outra pessoa, ligue cem vezes no dia. Desta maneira de se relacionar fica uma pergunta pra quê? O que leva uma pessoa a querer ter o controle da vida de outra pessoa, sem perceber que na correria do dia-a-dia muitas vezes nem conseguimos dar conta de nossas vidas devida a tantos compromissos assumidos. Nos relacionamos porque não queremos ficar sozinhos, a solidão é silenciosa e não suportamos esse silêncio. Precisamos diminuir essa solidão com alguém, sentir-nos mais vivos e olhados. Essa atenção é necessária, porque quando percebemos que não chamamos mais a atenção da outra pessoa sentimos que o mundo acabou e desejamos parar o tempo. Mais o tempo não para e eu precisarei renovar, mudar, aprender com o que passou. As relações mais livres não são menos complexas, também tem os seus conflitos. A quem diga que estou sendo pessimista e até derrotista, mais me defendo afirmando que estou apenas sendo realista. Porque acredito no amor e na paixão então, nem se fala. Mais depois de tudo que já passei. Preciso muito mais pra está envolto e apaixonado novamente. Aprendi que a felicidade deve vim de dentro pra fora, a minha pelo menos, afinal falo por mim, Sou consciente que não devo dita regras, pois para a vida não existem manuais. O que funciona pra mim talvez você nunca venha á usar, os conflitos que eu passo você nunca venha a passar, nem as dores, os medos, os receios! Quem dita regras perdi a oportunidade de ficar calado. Auto-ajuda pra quê? Sei que não sou depressivo apenas racional. Quero ir, adiante sem temer! Alçar novos vôos sentir a brisa bater no meu rosto e sentir por alguém um encantamento mágico que me faça flutuar sem sair do chão. Errei muito e sei que cometerei novos erros, por amor ou por loucura não sei. Apenas deixei-me levar e hoje me sinto frio e sem pretensão em relacionamento, será que um dia conseguirei amar e amado ser? Um dia contarei tudo que vivi e tudo e é de tudo isso que não consigo me libertar.

Anúncios