Pai confessa crime

Pai confessa crime

Após ser preso e ter mensagem no Whatsapp indicando confissão do crime que aconteceu na Praia do Paracuru, litoral cearense, Marcelo Barberena confessou tudo perante a polícia.

O suspeito assumiu a autoria do crime em meio a lágrimas e palavras de perdão durante perícia complementar na casa de praia onde ocorreu o duplo homicídio. A partir desses novos fatos, a polícia colherá novos depoimentos para esclarecer as reais condições do crime.

Segundo a delegada responsável pelo caso, Socorro Portela, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a nova perícia foi realizada na tarde desta segunda-feira (24) em razão das inúmeras divergências e contradições dos depoimentos prestados pelo suspeito, e também pelo irmão, Rafael Barberena, e a esposa Ana Carolina Vilas Boas.

Saiba Mais
Mãe e filha são encontradas mortas em casa de praia
Suspeito de matar esposa e filha confessa crime em mensagem no whatsapp
A delegada contou que, durante a perícia, Marcelo confessou ter matado a esposa e a filha de oito meses. Segundo o suspeito, o crime teria acontecido após uma discussão banal com a esposa. Ela teria dormido, mas ele ficou acordado a noite toda. Nas primeiras horas da manhã, portando uma arma que estava em um dos armários da casa, Marcelo atirou contra a mulher e depois contra a criança. A motivação do crime ainda permanece desconhecida. A delegada afirmou que um exame de DNA da criança foi solicitado e que o resultado deve sair nesta terça-feira (25).

A presença de Marcelo na casa gerou comoção popular, reunindo um grande número de pessoas. A polícia teve que reforçar o contingente no local e, antes que o suspeito deixasse a residência, foi necessário que policiais conversassem com a população para evitar a invasão da casa. Marcelo deixou o local sob gritos de “assassino”.

Anúncios