Está cansado de contar para seus filhos, as velhas histórias infantis que sempre abordam: ”Felizes para sempre!”; “A princesa que espera o seu príncipe encantado”, e etc, etc ?. Não se preocupe, uma nova coleção infantil mudará as histórias que seus filhos poderão ouvir antes de dormir.

A novidade veio através do notável escritor Nadia Fink, cujo o tema da nova coleção chama-se “Antiprincesas”. Será dedicado à vida e obra de criativas mulheres, lutadoras e revolucionários que marcaram a América Latina.

O primeiro livro da coleção “Antiprincesas” é dedicado à vida de artista mexicana Frida Kahlo; o segundo para a artista, compositora e ativista social do Chile, Violeta Parra; e o terceiro para a heroína Juana Azurduy independência americana.

fridinha

Para o autor Nadia Fink, a coleção enfrenta dois paradigmas que em sua opinião são “o desafio de contar histórias que não são contadas ou contadas pela metade.”

Ele disse que seu trabalho é destinado a meninas. Quer mudar a visão que são usados ​​para histórias, onde graças ao beijo de um príncipe ou para resgatar seu amor das muralhas do castelo podia recuperar a sua liberdade e ser feliz.

Mudar essa consciência passiva e machista que se colocam as mulheres em vários livros infantis é um desafio, diz o escritor. Recontar as histórias da vida de mulheres fortes que ousaram lutar não só por “amor”, mas por uma  “arte”, como também, por uma transformação social, modificará os novos olhares de garotas e garotos a partir dessa nova leitura.

Anúncios