O Instituto Roda da Vida exibirá no dia 18 de setembro, a partir das 11 horas, o curta “caminhos da cura” no Cine São Luiz. O documentário aborda as histórias de vida de vários pacientes que tiveram câncer de Linfoma. A direção geral é de responsabilidade da doutora Paola Tôrres, uma das idealizadoras do instituto.

cancerSegundo o doutor Drazio Varela, alguns linfomas estão relacionados a infecções crônicas, que podem predispor à mutação das células linfáticas. Na maioria dos casos, no entanto, não há causa definida, mas os linfomas ocorrem mais em idosos.

O primeiro sinal do linfoma é a presença de linfonodos (ínguas) mesmo quando não há nenhuma infecção. Nesse caso, os glóbulos brancos proliferam desordenadamente, gerando o crescimento anormal dos linfonodos. Em geral, os linfonodos infecciosos são dolorosos, ao contrário daqueles presentes nos linfomas.

Quando isso acontece, o paciente deve ser submetido a uma biopsia do gânglio alterado. Feito o diagnóstico, o próximo passo é o estadiamento, para identificar outras áreas possivelmente acometidas pelo câncer. O tratamento mais usado é a quimioterapia, complementada, em alguns casos, com a radioterapia. A quimioterapia é mais eficaz no linfoma do que nos demais tumores sólidos, como câncer de pulmão e de intestino.

Para saber mais sobre esse tipo de câncer e ouvir histórias de superação, não deixe de assistir esse documentário. A entrada é gratuita. O Cine São Luiz fica no centro de Fortaleza.

Anúncios