Entre os dias 13 e 22 de setembro de 2013, a cidade do Rio de Janeiro sediou mais uma edição do festival Rock in Rio, que teve como atrações os grupos internacionais Matallica, Iron Maiden, Bon Jovi, além das bandas nacionais Capital Inicial, Pitty, Los Hermanos, entre outros.

A banda Capital Inicial, primeira a se apresentar no Palco Mundo, teve uma participação polêmica no festival. Na oportunidade, Dinho Ouro Preto, vocalista do grupo, usou um nariz de palhaço em forma de protesto contra os políticos brasileiros. Dinho dedicou a música “Saquear Brasília” à Natan Donadon, deputado federal que teve foi condenado pelos crimes de peculato e formação de quadrilha e que mesmo assim  teve o mandato salvo, em votação, pelo Congresso Nacional.

“Esse Natan Donadon, cara, esse primeiro presidiário congressista, cara, o próprio congresso, cara, por ter mantido o cargo desse sujeito, falou, cara…” Falou o cantor ao “dedicar” a canção.
O vocalista é conhecido por suas declarações polêmicas, à exemplo da edição do ano de 2011 do mesmo evento, em que Dinho gritou a favor da liberdade de imprensa.

Deixando de lado os protesto, Dinho Ouro Preto, prestou homenagens póstumas aos amigos Chorão e Champignon, ex integrantes da banda Charlie Brown Jr., cantando “Só os loucos sabem” com a ajuda do público presente. Foi um momento de grande emoção em que dezenas de milhares de pessoas cantaram junto com Capital Inicial em tributo aos falecidos.

Protestos e homenagens à parte, o grupo deu continuidade à sua apresentação no festival da forma com seu repertorio e fizeram os fãs pularem ao som de “Natasha”, “À sua maneira” e muitos outros sucessos. Além, é claro, da energia e irreverência de sempre que fazem parte da performasse do vocalista.

Fonte: Wikipedia ; Vagalume ; Uol Notícias ; Uol Notícias ; Globo.com

Anúncios