O gênero musical que nasceu em meados dos anos 50 nos EUA já tem muita história para contar desde então, dentro e fora de território nacional. Você pode imaginar quanta loucura já rolou? O gênero se dividiu em subgêneros e fases, e todas merecem um espacinho aqui e sua atenção. No Brasil, começou com Roberto Carlos e os nomes da Jovem Guarda. A MPB disputava o mainstream ao lado deles. Nos anos 70, o caráter político da música era grande, quando Rita Lee chegou botando ordem e dizendo que não ia falar de política em suas canções e sim do que quisesse. Abrindo as portas para um rock diferente do ouvido até ali e da juventude que roubou o lugar dos antigos reis, tomando seus postos de rockeiros. No meio dos anos 80, o punk surge em território nacional para contradizer o que o estado exige e mostrar o movimento controverso e anarquista. O pop se mistura ao rock com o nascimento do RPM, banda que só perdeu em vendas de discos para o grupo de pagode “Só Pra Contrariar”.

Anúncios