Para a Organização Pan-Americana de Saúde proliferação foi muito rápida.
Especialistas acreditam que vírus deva ter chegado ao continente em 2014.

O zika vírus já está presente em praticamente toda a América Latina e no Caribe, e a prioridade absoluta é fortalecer o combate ao mosquito do gênero Aedes aegypti, alertou nesta terça-feira (19) à AFP um especialista da Organização Pan-americana de Saúde (OPAS).

“O primeiro caso foi confirmado no Brasil em maio de 2015 e, desde então, já se propagou por todo o continente de forma muito rápida. Em outubro, já estava na Colômbia e no Cone Sul e, depois, na América Central”, disse Sylvain Aldighieri, chefe do departamento de Doenças Transmissíveis da OPAS.

Os cinco casos confirmados de infecção pelo vírus no Haiti “mostram que o vetor de transmissão da doença já está presente também no Caribe”, acrescentou. E os casos foram registrados também na Martinica.

Os especialistas da OPAS estimam que o vírus tenha chegado ao continente em algum momento de 2014, “possivelmente proveniente de ilhas do Pacífico”, comentou Aldighieri.

Fonte: G1

Anúncios