Pollyana FerrariEm entrevista a Agência Experimental de Notícias do Instituto de Ensino Superior de Brasília na sexta-feira, 1, a jornalista Pollyana Ferrari, Autora de livros como ‘‘No Tempo das Telas’’, ‘’A Força da Mídia Social’’ e ‘’Jornalismo Online” falou sobre o jornalismo online. “As redes sociais explodindo no planeta e nós ainda  oferecemos a mesma notícia da Reuters em praticamente todos os portais”, criticou a jornalista, dando o tom da sua entrevista.

Embora o livro “Jornalismo Digital”, de 2004, tenha sido de sua autoria, Pollyana Ferrari admite que atualmente algumas questões apresentadas estão desatualizadas. “a Web amadureceu, a blogosfera explodiu”,  explica Pollyana. A jornalista admite que o Orkut era a a rede social da época.

Apesar de incentivar em seus livros e artigo o “Repórter Multimídia”, Pollyana Ferrari admite que embora  o jornalista trabalhe mais para atender as necessidades desse universo digital, a remuneração não aumenta de forma proporcional. “Ainda não são valorizados como deveriam”, Lamenta.

Do outro lado da questão está o “Jornalismo feito por cidadão”. Mesmo sem formação na área do Jornalismo, Pollyana Ferrari acredita ser válido em alguns casos. “médicos escrevendo sobre um novo tratamento para o câncer, professores falando de educação, arquitetos comentando questões de urbanismo”, exemplifica. Na visão da jornalista, o cidadão pode ser “repórter” nas redes sociais quando fala daquilo que realmente conhece.

Anúncios