samuel rosa

Samuel Rosa é quem compõe grande parte das músicas da banda

 

Neste sábado (21), a banda Skank se apresentou na penúltima noite do Rock in Rio 2013. O vocalista Samuel Rosa,  popularmente conhecido por suas interações com seu público, fez menção ao mensalão enquanto a música “É proibido fumar” de Roberto Carlos, agitava a plateia. “Maconha é proibido, mas mensalão pode fazer de novo, né?” disse o cantor, que foi aclamado pelas pessoas presentes.

A música “É proibido fumar”é popularmente conhecida por ser acompanhada da palavra “maconha” em seu refrão e foi com esse gancho, que Samuel fez a crítica ao governo. Em um telão durante o show, foram apresentadas imagens de manifestações que aconteceram no país, contra a corrupção.

A banda tentou a realização de um repertório diferente da sua última participação no festival, mas a mudança foi mínima. Dez músicas se repetiram do último setlist e foram tocadas 14 músicas no total.

Houveram participações especiais durante o show, como a do cantor Nando Reis, já conhecido em realizar parcerias com a banda Skank e o rapper Emicida, que agradaram ao público que acompanhava agitado as apresentações.

A apresentação da banda Skank foi a de abertura do Palco Mundo e fez parte da quinta edição do festival Rock in Rio.

Fonte: G1, Midiamax, ZH, Skank

 

Anúncios