2A presidente Dilma Rousseff lamenta a morte do cantor Cauby Peixoto em três publicações na rede social Twitter. Cauby morreu aos 85 anos no último domingo, (15), por volta das 23h50, completando 60 anos de carreira. Ele estava internado devido a uma pneumonia, desde o dia 9 de maio no Hospital Sancta Maggiore, no Itaim Bibi, na Zona Sul de São Paulo.

“Os meus sentimentos aos familiares, amigos e a todos os fãs deste que foi um dos maiores cantores brasileiro. O Brasil perde um grande artista. Cauby emocionou muitas gerações.”, disse a presidente em publicação na rede.

Cauby Peixoto Barros, nascido em Niterói Rio de Janeiro, iniciou sua carreira artística no final da década 40. Tinha uma voz caracterizada pelo timbre grave e aveludada. Cantava Jazz, swing, rock, samba-canção, MPB e fez grandes sucessos com as canções “Conceição”, “Bastidores” , “Serenata” e “Ronda”, de Paulo Vanzolini, citada no post da presidente.

O cantor estava em turnê pelo Brasil com a cantora Angela Maria e ao lado dela se apresentou pela última vez no dia 3 de maio, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

Anúncios