Os animais de estimação são verdadeiras paixões na vida de seus donos, aliás, mais que bichinhos, são parte da família e com os príncipes Bóris e Stan não é diferente. Dois gatinhos com personalidades bem diferentes, mas que se entendem quando o assunto é bagunça.

Há três anos sendo o único gato da casa, Bóris de repente ganha um irmãozinho, o Stan. Inicialmente o veterano não aceitou bem a ideia de dividir seu espaço, a atenção, comida e a caixinha de areia, mas com o tempo e com muita fofura o Stan conquistou a todos.

20160408_000222 (800x450)

Os gatos possuem temperamento diferente dos cachorros, veja abaixo algumas curiosidades sobre os felinos:

  1. Em média um gato passa 2/3 do dia dormindo. Isso significa que em 9 anos de vida, apenas está acordado 3 anos.
  2. Os gatos não saboreiam o doce.
  3. Quando um gato persegue uma presa, ao contrário de um cão ou humano, mantém a cabeça sempre para baixo.
  4. As bolas de pelo que vomitamos chamam-se egagropilos.
  5. As gatas tendem a ser destras, enquanto os gatos tendem a ser maioritariamente esquerdinos.
  6. Um gato faz cerca de 100 sons diferentes, enquanto um cão faz cerca de 10.
  7. O cérebro de um gato é biologicamente mais similar ao de um humano do que o cérebro de um cão. Ambos, humanos e gatos, têm uma região idêntica no cérebro responsável pelas emoções.
  8. Existem mais de 500 milhões de gatos domésticos no mundo, e aproximadamente 40 raças reconhecidas.
  9. O gato doméstico mais antigo foi encontrado numa sepultura no Chipre com mais de 9000 anos.
  10. De acordo com uma lenda hebraica, Noé rezou a Deus para o ajudar a proteger a comida dos ratos na arca. Deus fez um Leão espirrar, e desse espirro nasceu o gato.
  11. A audição de um gato é melhor do que a de um cão. Um gato consegue ouvir sons de alta frequência, cerca de 2 oitavas acima de qualquer humano.
  12. Um gato consegue correr a 49 km por hora, em curtas distâncias.
  13. Um gato salta 5 vezes a sua altura num único salto.
  14. Alguns gatos já sobreviveram a quedas de 20 metros, devido ao reflexo de endireitamento. Os seus olhos, os órgãos e ouvido interno, dizem ao gato onde é que ele está no espaço, para que ele consiga aterrar em pé. Mesmo os gatos sem cauda possuem esta capacidade.
  15. Um gato roça num humano não apenas para mostrar afeto, mas também para marcar o seu território, devido ao odor que as glândulas à volta da sua face libertam. A cauda e as patas também têm o mesmo odor do gato.

Veja abaixo um vídeo sobre a ‘Extraordinária vida de Bóris e Stan’:

Anúncios