CqVt4mAXYAAYfOT

Neymar foi o último a converter a cobrança de pênalti e acabou caindo em lágrimas

A espera acabou, a Seleção Olímpica venceu nos pênaltis por 5 x 4 a Alemanha e faturou o único título que faltava para o futebol brasileiro no Maracanã, na noite deste sábado (20) pela decisão do Futebol Masculino.

Finalmente superamos o fantasma dos jogos olímpicos, depois de anos lutando pela medalha, a geração comandada pelo craque Neymar faturou o ouro inédito dos jogos olímpicos Rio 2016.

O jogo foi sofrido, aos 26 minutos do 1º tempo, em uma cobrança de falta perfeita, Neymar abriu o placar para o Brasil. A seleção alemã ainda acertou três bolas na trave. No segundo tempo. Aos 13 minutos do 2º tempo. Meyer sozinho dentro da área, bate de primeira e empata para a Alemanha. Na prorrogação, o jogo ficou novamente no 1 x 1.

Nos pênaltis, todos estavam convertendo, mas na 4º cobrança Nils Petersen chutou e Weverton defendeu, e só restou Neymar bater o último pênalti e sair para o choro.

Depois de várias tentativas, a seleção conseguiu subiu no ponto mais alto do pódio. O time comandado pelo técnico Rogério Micale, chegou nos jogos olímpicos como o favorito para a conquista da medalha. A equipe foi montada por grandes estrelas brasileiras e com os valores de mercado altíssimas, principalmente o quarteto ofensivo formado por Neymar, Gabriel Jesus, Gabigol e Luan. Um ataque ofensivo, com 13 gols marcados e 1 gol sofrido. O Brasil passou por África do Sul, Iraque, Dinamarca, Colômbia, Honduras e Alemanha.

Além de conquistar o ouro dos jogos olímpicos, espantou de vez o 7 x 1 sofrido recentemente na Copa do Mundo 2014 e agora voltamos a sorrir com o nosso futebol de grandes conquistas.

Nem Romário, Bebeto, Taffarel, Ronaldo, Romário e Roberto Carlos conseguiram essa medalha de ouro e agora esses garotos entraram para a história da Seleção Brasileira diante da sua torcida e com Maracanã lotado.

FICHA TÉCNICA

BRASIL x ALEMANHA

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 20 de agosto de 2016 (sábado)
Horário: 17h30 (de Brasília)
Árbitro: Alireza Faghani (Irã)
Auxiliares: Reza Sokhandan e Mohammadreza Mansouri (Irã)

BRASIL: Weverton; Zeca, Marquinhos, Rodrigo Caio e Douglas Santos; Walace e Renato Augusto; Gabriel, Neymar e Gabriel Jesus; Luan. Treinador: Rogério Micale

ALEMANHA: Timo Horn; Lukas Klostermann, Matthias Ginter, Niklas Süle e Jeremy Toljan; Sven Bender; Julian Brandt, Lars Bender, Max Meyer e Serge Gnabry; Davie Selke. Treinador: Horst Hrubesch.

 

 

Anúncios