Homens do Batalhão de Choque e do Batalhão de Grandes Eventos da Polícia Militar entraram em em confronto com manifestantes que protestavam contra a venda da Cedae (Companhia Estadual de Águas e Esgoto), nas imediações da sede da empresa, no centro do Rio de Janeiro, na tarde desta segunda-feira (20).

Policiais usaram bombas de efeito moral e spray de pimenta e dispararam balas de borracha, enquanto alguns manifestantes mascarados derrubaram grades de ferro que cercavam o prédio e atiraram garrafas de vidro nos policiais. Cerca de 20 pessoas foram detidas durante os confrontos.

Segundo um tenente do Batalhão de Choque, o grupo foi detido na rua Laura de Araújo, no Estácio, a poucos metros da estação de metrô Praça XI, depois de atacar um grupamento com pedras e morteiro.

A Polícia Civil informou que o detidos foram encaminhados, em um microônibus, para a 6ª (Cidade Nova) e a 17ª (São Cristóvão) delegacias.

 

Anúncios