Criolo é um dos cantores mais conhecidos do Brasil por levar a voz da periferia aos palcos de todo o país. Ainda assim, o cantor foi criticado no Twitter neste sábado (25) por topar se apresentar no Lollapalooza 2017.  Apesar dessa polêmica, Criolo subiu ao palco do festival e, como é de praxe nos seus shows, fez do show um manifesto contra todas as formas de preconceito. Enquanto suas letras criticavam a desigualdade social, o cantor fazia questão de reforçar suas lutas.

“Qualquer mulher que você mexer, isso é um ato de violência”, gritava o backing vocal do rapper, sendo mega aplaudido pela galera. Só o amor pode mudar, não ao racismo, ao machismo e a homofobia, gritavam os rappers no palco, acompanhados de gritos de “Fora Temer” da plateia.

Criolo encerrou o show com uma linda apresentação de “Não Existe Amor em SP”, um de seus grandes sucessos . E provou que, independente do preço dos ingressos, mensagens de amor e respeito ao próximo sempre devem ser passadas pra frente.

Anúncios