Em menos de dois anos, as vidas de Maiara e Maraisa mudaram completamente. De 2015 para cá, as gêmas gravaram dois DVDs, se tornaram referência no mercado sertanejo e, claro, com isso, veio o aumento do assédio e da conta bancária. Mas para elas a maior mudança ficou por conta da responsabilidade.

“Vemos que hoje temos que ter muito tato, muito cuidado, muito foco em tudo o que fazemos. Hoje a gente faz 21 shows por mês no mínimo. Então a gente tem que ter a responsabilidade de estar bem os 21 shows, cuidando da dieta, tem que dormir, tem que fazer o melhor show a cada lugar que a gente vai.

Tem a responsabilidade de lidar com nossas finanças da melhor maneira possível, responsabilidade de estar lidando com a família da melhor forma possível, porque o tempo com eles é pouco.

Antes, não tinha tanto show, então podia ir mais de boa na vida, não tinha tanto dinheiro, então não tinha que administrar (risos). E a família a gente via a hora que quisesse. Hoje para tudo tem que ter planejamento”, afirmou Maiara durante entrevista exclusiva ao EGO no Villa Country, em São Paulo.

“Até com besteira. Às vezes estou na roça, subo em cima de um cavalo, faço uma estripulia e o povo já fala: ‘você tem show amanhã’. Se quebrar o braço, como faz? Tem 30 shows, vai fazer 30 shows no mês com o braço quebrado”, exemplificou Maraisa, completando as declarações da irmã.

Maiara afirmou ainda que apesar do pouco tempo lidando com a fama, já está bem adaptada. Embora esse não tenha sido o foco inicial das irmãs. “A fama vem com tudo isso, mas nosso objetivo nunca foi sermos famosas. Nosso objetivo era ter nossa música na casa de todo brasileiro. ”, afirmou ela durante o lançamento do DVD “Ao Vivo em Campo Grande”, o segundo da carreira da dupla

Fonte: EGO

 

Anúncios