O cantor cearense Wesley Safadão, teve o show cancelado em junho de 2016, na cidade de Caruaru, Pernambuco. Os advogados Ewerton Bezerra, Marcelo Rodrigues e Dimitre Bezerra foram os responsáveis pela suspensão do evento, alegando superfaturamento no cachê do artista.

De acordo com a Prefeitura de Caruaru, o cantor pediu um cachê de R$ 575 mil reais, o dobro pedido no ano anterior por Wesley. Os gastos foram questionados pelo Ministério Público Federal, Ministério Público do Estado de Pernambuco e pelo Ministério Público de Contas.

Diante de uma crise financeira que a cidade estava passando, decorrente de gastos pessoais acima do limite e estado de emergência por causa da seca, foi feito a intervenção.

O cantor Wesley Safadão, não gostou do acontecido e disse que faria o show de graça para a população, com um evento beneficente. O artista ainda ressaltou que o dinheiro de caruaru voltaria para a cidade.

O show foi realizado no Festival Junino de Caruaru, ocorrido no Pátio de Eventos Luiz Gonzaga. No palco o cantor disse para o público que foi questionado nas redes sociais devido a polêmica de seu cachê. Wesley, afirmou que o dinheiro recebido iria ser doado para as instituições de caridade da cidade. O show de caruaru seguiu e o cantor ainda ressaltou “O que eu não quero é ficar de fora desta festa”.

Por Celis Ribeiro

Fonte: Folha, G1.

Anúncios