Inicial

Exercício: Áudio SlideShow

Deixe um comentário

Anúncios

Exercício: Illustrator – Perfil Web

Deixe um comentário

Exercício de Photoshop

Deixe um comentário

 

denny

Praia Porto das Dunas, Aquiraz – Ceará

 

Documentário apresentado pela GloboNews desvenda fatos sobre as Fake News

Deixe um comentário

1

Com a crescente polarização das Fake News, o repórter André Fran juntamente com Rodrigo Cebrian e Felipe Ufo, viajaram até a Rússia, Inglaterra e Estados Unidos, para esclarecer como de fato surgem as “notícias falsas”, e o grande impacto que elas geram tanto na política quanto na economia mundial.

A Macedônia (Grécia) ficou conhecida como o epicentro das fake news. Mas é a cidade de Veles que é a capital mundial das fake news. Veles possui cerca de 46, 9% da população desempregada na faixa etária de 15 a 29 anos. Esses jovens descobriram como se apropriar e manipular todo um sistema a seu favor. As fake news são armas políticas. Isso ficou evidenciado nas eleições americanas de 2016, na disputa entre Donald Trump e Hillary Clinton, na qual a vitória foi de Trump.

Durante a entrevista do repórter André Fran com um Velesboy (produtor de fake News) na cidade de Veles, o garoto de 19 anos, afirmou que só foi possível essa expansão das fake news, porque os apoiadores do presidente eleito Donald Trump, são mais estúpidos, acreditam em tudo. Tudo só pode acontecer porque os apoiadores de Trump não acreditam na “grande mídia”, e por Trump declarar que a grande mídia é uma “fake news”. O que não foi possível fazer com a Hillary Clinton.

Durante a cobertura das informações, alguns jornalistas da Tv Globo Internacional, apresentaram ao repórter André Fran, como eles veem esse meio. “Virou dois campos opostos, que vivem dois mundos paralelos, dois universos em que os fatos não são os mesmos”, afirmou o jornalista Jorge Pontual na entrevista. Segundo a jornalista Sandra Coutinho, entre risos, quando uma história é boa (fake news), e cai na boca do povo, já era, a verdade já está construída.

No decorrer das entrevistas, o repórter André Fran, questiona algumas pessoas nas ruas de Nova Iorque (Estados Unidos) sobre as Fake News. As respostas foram quase cem porcento as mesmas. Que as fake news têm uma grande influência no país, definitivamente.

Desde de 2010, a agência Full Fact realiza minuciosamente uma busca em todas as informações publicadas nas mídias sociais na Inglaterra e no mundo. Esse trabalho é muito importante para que possa identificar as fake news, possibilitando ações rápidas para que as mentiras não se propagem.

O grande problema das fake news, é a falta de investigação da notícia.

Questionem mais. Fake news ou opinião é mais barato e fácil. Diferente da notícia real, que passa por uma série de obrigações como pesquisas e entrevistas para que a informação seja veiculada.

 

 


Imagens: Print do documentário

Link do vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=k4urpUUcaDI

Exercício 8: Entrevista com Sandy Leah

Deixe um comentário

Envolvida pela música desde seu nascimento, Sandy, já exibia um grande gosto pela música e sonhava em seguir a profissão do pai Xororó que faz dupla com seu tio Chitãozinho. No ano de 1989, durante a apresentação dupla Chitãozinho e Xororó, no programa “Som Brasil”, apresentado por Lima Duarte, a dupla foi questionada pelo o apresentador, se além deles, existia alguém na família que também cantava. Foi quando seu tio Chitãozinho, respondeu: “os filhos de meu irmão”. Durante a apresentação de Xororó, as crianças foram chamadas para que se apresentassem no programa seguinte. A canção “Maria Chiquinha” apresentada no programa “Som Brasil”, foi a música que fez com que a pequena dupla Sandy e Junior assinasse seu primeiro contrato em 1990 junto a PolyGram (atualmente Universal Music Group).

Seu primeiro álbum foi lançado em 1991, denominado “Aniversário do Tatu”, produzido por seu pai Xororó, tinha um estilo sertanejo. O álbum foi certificado com ouro pela PMB (Pro-Musica Brasil), pela regravação do grande sucesso “Maria Chiquinha”. Em 1992 lança o álbum “Sábado à noite”, (1993) “Tô Ligado em Você”, (1994) “Pra Dançar com Você”, (1995) “Você é D+”, permanecendo no sucesso junto ao público infanto-juvenil.

Os álbuns “Dig-Dig-Joy” (1996) e “Sonho Azul” (1997) marcaram a transição dos cantores mirins para ídolos adolescentes. Esse sucesso levou Sandy no mesmo ano, a realizar uma performance com a canção “Águas de Março” em um tributo a cantora Elis Regina no programa “Som Brasil”. No ano seguinte, participou do álbum “Romanza” do tenor italiano Andrea Bocelli. Juntamente com seu irmão Junior, em 1997, gravaram quatro faixas para o álbum natalino de Chitãozinho e Xororó, gravando solo em “Se Uma Estrela Aparecer”. No mesmo ano estrearam no cinema ao lado de Didi (Humorista Renato Aragão) o Filme “O Noviço Rebelde”, sendo visto por 1,5 milhão de espectadores.

Entre os anos de 1997 e 1998 apresentaram um programa num formato musical e game pela extinta “Rede Manchete”. Embora com grande sucesso com o programa “Sandy e Junior Show” preferiram não renovar o contrato com a emissora após o fim do contrato. Em meados de 1998, iniciaram a turnê “Eu Acho que Pirei”, atingindo um público de 8,5 milhões de pessoas, dando origem ao seu primeiro álbum ao vivo “Era Uma Vez”. Com esse projeto os irmãos ultrapassam a marca de 1 milhão de cópias vendidas. Em 1998, durante a “Copa do Mundo”, participou de um Show promovido pela “Rede Globo”, com o intuito de promover a imagem do Brasil no mundo, através do espetáculo “Coração Brasileiro”, realizado no Stade Parc des Princes, em Paris.

A dupla Sandy e Junior estreiam um episódio piloto para o seriado que levaria o nome da dupla. O piloto foi um grande sucesso, e torna-se um seriado fixo na grade da “Rede Globo”. Em 1999 estreia o seriado, que teve um total de quatro temporadas. Em outubro no mesmo ano, lançam seu oitavo álbum “As Quatro Estações”, vendendo 2,5 milhões de copias através dos singles “Imortal”, “Vâmo Pulá!” e “Aprender a Amar”. O álbum marca a estreia de Sandy como compositora, os singles “As Quatro Estações” e “Olhar que o Amor me Faz”. No ano 2000, faz um dueto com o cantor espanhol Enrique Iglesias, com o single “You’re My #1”. No 7º Prêmio Multishow de Música Brasileira, Sandy ganha seu primeiro prêmio como melhor cantora. Em 2001 participa da 3ª edição do Festival Rock in Rio. No ano de 2002 iniciam uma turnê na capital Luanda, Angola. Lançam no mesmo ano, seu décimo álbum “Internacional” (Intitulado Sandy e Junior fora do Brasil) ganhando versões em espanhol, francês e português. O álbum teve um grande sucesso em Portugal, Venezuela, Colômbia, Argentina, Chile, Espanha e México.  Em 2003, lança o seu decimo primeiro álbum “Identidade”, com os singles de grande sucesso “Encanto” e “Desperdiçou”. A turnê Identidade, além do Brasil, passou por Tokyo e Nagoya, Japão. Em 2004, Sandy participou do álbum MTV ao vivo da cantora Ivete Sangalo. No ano de 2006, a dupla lança seu decimo segundo álbum, intitulado Sandy e Junior, que foi indicado ao “Grammy Latino” (em sua sétima edição).

Em 2007, Sandy inicia um trabalho solo em paralelo com os trabalhos com seu irmão Junior. Ela realizou uma turnê solo, no qual seu repertorio era pautado no Jazz e Bossa Nova.  Em abri de 2007, os irmãos anunciam o fim das atividades em dupla, lançando em agosto seu decimo quarto álbum ao vivo, “Acústico MTV”. Em dezembro, se despedem como dupla, realizando o ultimo show da turnê no Credicard Hall, em São Paulo.

Entre os anos 2008 e 2011, a cantora Sandy dedicou-se a vida pessoal e a produção de seu 1º álbum solo. Em 2009, participou do Especial da “Rede Globo” “Elas cantam Roberto Carlos”, em homenagem aos 50 anos de carreira do cantor, lançado em CD e DVD.  No ano de 2010, Sandy lança no Brasil seu álbum “Manuscrito”, com os singles “Pés Cansados” e “Quem Sou Eu”. Em novembro do mesmo ano inicia sua turnê, que se estendeu até 2012. Nesse período, deu origem ao seu primeiro ao vivo, “Manuscrito Ao Vivo” em 2011, recebendo as participações dos cantores Lenine, Seu Jorge e Nerina Pallot. Participou do ao vivo dos 30 anos do conjunto “Roupa Nova” em 2010, assim, como “Multishow Ao Vivo” da cantora Maria Gadú. Em 2011, participou do “Sinfônico” 40 anos de Chitãozinho e Xororó.

E não parou por aí, entre 2011 e 2012, a cantora estreou a turnê “Sandy Canta Michael Jackson”. Iniciou o comando do programa “Superbonita” do Canal GNT. No mesmo ano, estreia na “Rede Globo”, a série “As Brasileiras”, com o episódio “A Reacionária do Pantanal”. A cantora viaja até a Itália para gravar uma participação no álbum “Love in Portofino” de Andrea Bocelli.  Sandy lança seu primeiro EP (Extended Play), “Princípios, Meios e Fins”, dando uma previa do seu segundo álbum, intitulado “Sim”, com os singles “Aquela dos 30”, “Escolho Você” e “Morada”, levando o álbum a nona posição na parada de álbuns da PMB. A turnê “Sim” teve inicio em 2013 e foi até 2014.

Sandy não para.  Em 2015, a cantora estreia como jurada da segunda temporada do reality Show “Superstar” da “Rede Globo”, tornando-se fixa até a terceira temporada, ao lado de Daniela Mercury e Paulo Ricardo. Seu segundo álbum ao vivo, intitulado “Meu Canto” é lançado no mesmo ano, no Teatro Municipal de Niterói, no Rio, tendo a participação de Gilberto Gil e Tiago Iorc. Em 2016, participou do álbum “Amanhecer Ao Vivo” de Paula Fernandes, já, em 2017, lança com Luan Santana, o single “Mesmo Sem Estar”. No mesmo ano lança o single “Nosso Nós” para a trilha sonora da Telenovela “Tempo de Amar” da Rede Globo.

Enfim 2018, a cantora lança seu novo trabalho, intitulado “Nós, Vós, Eles”, uma parceria com o músico Lucas Lima, com quem é casada e tem um filho, Théo.

Sandy chega a Fortaleza para um show mais que especial. Em turnê pelo Brasil com o álbum “Nós, Vós, Eles”, o show acontecerá dia 10 de novembro, às 20 horas, no espaço La Maison. Os ingressos variam entre R$ 50 e R$ 1,5 mil.

Sugestões de Perguntas para a Entrevista

-Depois de 17 anos de carreira com seu irmão Junior, o que levou a seguir carreira solo?

-Sabe-se que entre as bandas, duplas de cantores, acontecem “brigas”, divergência de pensamentos durante a produção de um trabalho. Isso aconteceu entre você e Junior durante a carreira da dupla? Isso interferiu suas vidas em família?

-Seus pais interferiram muito na escolha da sua carreira profissional?

-Você teve alguma dificuldade durante sua infância com os estudos e os shows, tendo em vista, que você era é uma pessoa pública? Como você conseguiu se formar em Letras tendo uma vida tão corrida desde muito nova?

-A fama realmente existe? Ou, isso tudo é uma invenção da mídia? Como você viu e, ver sua imagem, diante as noticias que saem a seu respeito? Falo a respeito de uma notícia, que foi capa da Revista Capricho, na qual trazia uma fala sua: “Eu nunca Beijei”.na época você estava com 16 anos. Você sempre foi vista como uma pessoa comedida na vida pessoal e profissional, você já teve vontade de fazer algo meio obscuro, que os outros se soubessem poderiam lhe julgar?

-Você como uma grande cantora conhecida nacionalmente e internacionalmente, o que você acha dos estilos de músicas brasileiras? Pegando esse gancho, você acha que a música brasileira é valorizada?

-Você acha que as mulheres nesse espaço da música, são desvalorizadas?

-Como fica sua vida como filha, mãe e esposa, nessa rotina de viagem e shows no Brasil e mundo a fora?

-Seu filho Théo, tem intimidade com a música? Você pretende introduzi-lo nesse meio artístico? Você tem pretensão de mais filhos?

-Poderemos esperar um retorno de Sandy e Junior?

 

Sandyjunior

Sandy ao lado do produto musical Sergio Carrer e do irmão Junior, em 1990.

hqdefault

Capa do CD “As Quatro Estações” de 1999

estrela-guia-carolina-ferra

Sandy ao lado da atriz Carolina Ferraz, durante as gravações da novela Estrela Guia de 2001, na qual fazia a protagonista “Cristal”.

800px-Sandy_Turnê_2010-3

Sandy na estreia da turnê “Manuscrito” em 2010.

sandy

Foto: Divulgação do álbum “Nós, Vós, Eles” de 2018.

fotos da Internet

Older Entries