Inicial

Com turnê em Portugal, Vanessa da Mata fala sobre “Delicadeza” – Cristina Fontenele

Deixe um comentário

Vanessa da MataEm entrevista ao programa Palco Record, em julho desse ano, Vanessa da Mata falou sobre sua turnê em Portugal com o show “Delicadeza”. No Brasil ela também contina com “Segue o Som”, quinto disco de estúdio e sétimo de carreira, mas em paralelo realiza concertos no estilo mais intimista.

Segundo Vanessa, que também é compositora, a turnê “Delicadeza” é um presente para os fãs, sendo um espetáculo direcionado para teatro, com sons de mais qualidade e percepção melhor da música.”Delicadeza na verdade é uma rebeldia de não querer fazer CD, um álbum, e querer apresentar um concerto com músicas totalmente diferente que eu nunca consegui colocar todas em um espetáculo só.”

Durante o show, a artista visita as principais músicas de sua carreira e interpreta outros compositores como Tom Jobim, Djavan, Gonzaguinha, Marcelo Camelo e até Padre Zezinho.

Sem tradição artística na família, Vanessa conta que o pai queria que ela fosse médica.
“Na verdade menti ao paí que eu ia ser médica, por isso ele me deixou sair de casa.”,
revela.

Em Fortaleza, a cantora faz show dia 09 de setembro, no Teatro Rio Mar. Os ingressos
estão à venda na bilheteria do Teatro RioMar Fortaleza (rua Desembargador Lauro Nogueira, 1500, piso L3), de terça-feira a sábado, das 12 às 21 horas, e domingo e feriados,
das 14 às 20 horas. Ou no site Ingresso Rápido, a partir de R$ 60,00 (meia entrada, plateia
alta).

Além de Fortaleza, para apresentara turnê a agenda contempla outras cidades como Natal,
Recife, Rio de Janeiro e Porto Alegre.

Anúncios

Vanessa da Mata faz show em Fortaleza – Cristina Fontenele

Deixe um comentário

Vanessa da Mata em Fortaleza09 de setembro de 2016
Sexta-Feira
21:00

No começo da carreira, há 13 anos, Vanessa da Mata se apresentava apenas com dois violões. Mas aí vieram os hits, já no primeiro disco, liderado por “Não me Deixe Só”. E, desde então, a lista de sucessos aumentou e a banda cresceu. Em turnê com “Segue o Som”, quinto disco de estúdio e sétimo de carreira, a cantora e compositora matogrossense faz pequena pausa na estrada para apresenta um formato especial e intimista, que retoma seu início de carreira.
Acompanhada somente de piano (Danilo Andrade), violão e guitarra (Mauricio Pacheco), Vanessa da Mata despe nesses shows – exclusivos – canções que têm formado o repertório da turnê atual, “Segue o Som”. E também aproveita para visitar músicas antigas da carreira e até de outros compositores, que lhe serviram de referência.
A cantora e compositora avisa: será uma oportunidade única para os fãs, sem qualquer previsão de continuidade ou registro. “Será um ‘Segue o Som’ mais íntimo. Não existe vontade de fazer um novo disco mais intimista ou qualquer outra coisa parecida com esse show. Apenas uma vontade de mudar e ser mais rebelde com as tendências que nos tentam vertiginosamente impor uma regra. Sou uma pessoa que geralmente quebra regras que não me fazem sentido prolongado”, finaliza Vanessa.

————
Parcelamento no cartão:
– 2x até dia 31/07/2016

Fonte: Teatro Rio Mar

NO ESPAÇO MIRANDA, VANESSA DA MATA APRESENTA O SHOW INTIMISTA “DELICADEZA” E CANTA DE GONZAGUINHA A CAROLE KING! – Cristina Fontenele

Deixe um comentário

Vanessa da Mata DelicadezaVanessa sobe ao palco com aquele seu jeitinho tímido, senta em um banquinho com a
auréola de flores grandes combinando com os arranjos pendurados no pedestal do
microfone e se destacando no espaço acolhedor. A casa, lotada, ouve atenta enquanto a cantora começa o espetáculo com “Viagem”.

A voz de Vanessa vai se firmando à medida em que ela aquece o público, que não consegue resistir quando a cantora levanta os braços e pede ajuda no coro. Cheia de firulas vocais, a matogrossense vai passeando por canções antigas de seu repertório como “Moro Longe”, “Fugiu com a Novela”, “Baú” e “Carta (Ano de 1890)”, passando ainda mais emoção do que seus registros no estúdio, se é que isso é possível.

Acompanhada pelo piano de Danilo Andrade e o violão/guitarra de Maurício Pacheco,
Vanessa se aventura em covers de Gonzaguinha (“Espere por mim, morena”),
Los Hermanos (“Samba a dois”) e até Carole King (“It’s Too Late”), fazendo proveito do
clima da Miranda para dialogar com o público e contar histórias do interior ou de
sua relação com as músicas escolhidas. Sua familiaridade com o repertório de Tom Jobim –
com o qual já rodou o país na turnê “Vanessa da Mata canta Tom Jobim” – aparece em
“Dindi”, um dos momentos mais emocionantes da noite.

O segmento em que Vanessa da Mata rearranja clássicos da “música caipira”, como
“Vá para o inferno com o seu amor” e “Cuitelinho” (inspirada pela versão de Nara Leão),
mostra não só a versatilidade de suas influências, mas também as inúmeras possibilidades
para a sua voz. Claro, quem foi esperando pelos grandes hits avassaladores da artista não
se decepcionou: “Te Amo”, “Amado” e “Ainda Bem” tiveram seus momentos e a grande surpresa da noite veio no final do espetáculo, com “Segue o Som”. A cantora desceu do palco e cantou a última música em meio às mesas do Espaço Miranda, para a alegria geral. Mais surpreendente que isso foi só o fato de ela conseguir manter as notas mesmo enquanto posava para selfies.

“Delicadeza” se prova um espetáculo não só inédito, mas imperdível para fãs de Vanessa da Mata e da Música Popular Brasileira. Tanto pela intimidade que o público consegue trocar com a artista, pelos rearranjos de sucessos popularmente conhecidos e o repertório
deliciosamente improvável. Essa é uma daquelas atrações que quem vê, sentirá orgulho de
poder contar aos amigos no dia seguinte, ou daqui a anos.

Fonte Heloisa Tolipan