Inicial

Samuel Rosa compara maconha a mensalão

Deixe um comentário

Cantor Samuel Rosa / Foto: Divulgação

Cantor Samuel Rosa / Foto: Divulgação

Em sua apresentação no Rock in Rio, o cantor Samuel Rosa, da banda Skank, ao cantar o refrão da música “É proibido fumar“, de Roberto e Erasmo Carlos, o público respondeu com a palavra “maconha”. O músico não ficou calado e provocou: “Maconha é proibido, mas mensalão pode fazer de novo, né?”.

A banda, que acabou gerando polêmica, se apresentou no Palco mundo, abrindo o evento às 18h. O vocalista da banda Skank demonstrou sua insatisfação quanto à política e as injustiças sócias e a plateia aplaudiu, aprovando a declaração.

O palco que a banda Skank se apresentou é o principal do evento, que conta com cinco palcos diagonais e um para pequenos shows, o Sunset. A banda mineira além de política, levou ao público muita animação com os seus clássicos “bola na rede” e “partida de futebol”. Essa já e a quinta vez do grupo no RIR, que já teve sete edições.

-A

Anúncios

Skank abre Festival de Inverno em Conquista

Deixe um comentário

Banda Skank / Foto: Roberto Setton

Banda Skank / Foto: Roberto Setton

A banda Skank abriu a 10ª edição do Festival de Inverno em Vitória da Conquista, no sudoeste baiano, com um show repleto de sucessos para os fãs que assistiam no Parque de Exposições Teopompo de Almeida.

O show começou com “Dois Rios” e seguiu com vários hits, como “Presença”, “Partida de Futebol”, “É Proibido Fumar”, “Saideira”, “Jackie Tequila” e outros. A banda alternou momentos mais calmos com músicas mais agitadas. O público, na temperatura amena de 20º, cantava junto. O grupo trouxe algumas canções de “Velocia”, lançado este ano, primeiro disco de inéditas do Skank em seis anos.

“Essa música a gente tem o prazer de tocar ela nos lugares mais bacanas do Brasil, como aqui… Que é esse interior lindo que o Brasil tem”, anunciou o vocalista Samuel Rosa antes de começar “Canção Noturna”. O cantor disse que a banda tem uma “relação tão bonita” com a Bahia e agradeceu à presença do público.

-A